Menu de Navegação de Páginas

Processos de Canonização

Atualmente, a Arquidiocese de Olinda e Recife está à frente de três causas de beatificação, sendo o Frei Jociel Gomes o responsável e postulador. Os três Servos de Deus que merecem todo o empenho arquidiocesano para sensibilizar a Congregação para a Causa dos Santos, em Roma, são Dom Vital, Frei Damião de Bozzano e Dom Helder Camara.

Conheça o andamento dos processos: OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Dom Vital de Oliveira (1844-1878) – capuchinho, bispo de Olinda de 1871-1878. Seu Processo de Beatificação e Canonização foi aberto oficialmente em 1953 e, depois de um longo tempo estacionado, os trabalhos foram retomados em 1992. A Fase Diocesana foi encerrada aos 04/07/2003 e a documentação enviada ao Vaticano. Em 2012, o Arcebispo entregou a Causa à condução dos capuchinhos. No momento, o Vice-postulador frei Jociel Gomes, OFMCap., está elaborando a  Positio a ser aprovada e entregue às comissões vaticanas a fim de darem seu parecer, cujo resultado deverá ser apresentado ao Santo Padre para que reconheça a prática heróica de suas virtudes e o declare Venerável. Maiores informações: www.domvitaldeoliveira.org

 

danielnoblog_frei_damiaoFrei Damião de Bozzano (1898-1997) – capuchinho, missionário. Seu Processo de Beatificação e Canonização foi aberto em 2003. A Fase Diocesana foi concluída em 2012 e a documentação entregue ao Vaticano. A Positio, redigida pelo Vice-postulador Frei Jociel Gomes, OFMCap., já foi elaborada e aprovada, sendo entregue às comissões vaticanas. Uma recente carta do Cardeal prefeito da Congregação comunicou que a Causa será vista no congresso de 18/02/2018, donde se espera uma resposta das ditas comissões. Maiores informações: www.freidamiaodebozzano.org

 

Dom-HelderDom Helder Camara (1909-1999) – arcebispo de Olinda e Recife no período de 1964 a 1985, destacou-se pela defesa dos mais pobres, dos direitos humanos e na proposição de novos caminhos para a Igreja.  Com seu dinamismo e habilidade diplomática, Dom Helder Camara foi bispo-auxiliar do Rio de Janeiro, membro atuante do Concílio Vaticano II e um dos fundadores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Dentre os seus principais legados, está a organização de mais de quinhentas comunidades eclesiais de base, fortalecendo a atuação social da Igreja junto aos mais pobres. Defensor dos Direitos Humanos durante o regime militar brasileiro, Dom Helder recebeu a indicação para o prêmio Nobel da Paz em 1972. Conhecido também como “Dom da Paz” e “irmão dos pobres”, possuía notável habilidade com a oratória e reunia multidões nas missas e conferências, atraindo a atenção principalmente da juventude católica.  Seu Processo de Beatificação e Canonização foi aberto aos 03/05/2015. Atualmente, a Causa encontra-se na Fase Diocesana em que o Tribunal eclesiástico está escutando as testemunhas e as comissões histórica e teológica estão preparando seus pareceres e relatórios. Espera-se que, em breve, os trabalhos sejam concluídos na Arquidiocese e o Postulador Frei Jociel Gomes, OFMCap., possa entregar toda documentação ao Vaticano.