Menu de Navegação de Páginas

Participe da Maratona Bíblica da Arquidiocese de Olinda e Recife

Participe da Maratona Bíblica da Arquidiocese de Olinda e Recife

Fiéis católicos de todo o Brasil são convidados a uma reflexão mais específica sobre a bíblia no mês de setembro. Apesar de a leitura da Sagrada Escritura ser alimento diário na vida cristã, o “Mês da Bíblia” vem para animar essa prática, fazendo com que os fiéis tomem consciência mais aflorada da importância do conhecimento e da vivência da Palavra de Deus. A Igreja escolheu este mês pois no seu último dia celebra-se a festa litúrgica de São Jerônimo, que traduziu a Bíblia do Hebraico e Grego para o Latim durante 30 anos.

O presidente da Comissão Pastoral para a Animação Bíblica da Arquidiocese de Olinda e Recife, Adelson Sobral, explica que todos devem se utilizar dessa evidência dada à Palavra de Deus, no mês de setembro, “para rememorar e reavivar a missão como cristãos no decorrer do ano inteiro”.  

Dentre as atividades propostas para o Mês da Bíblia, estão encontros para reflexões orientadas e a realização de uma Maratona Bíblica. Para 2017, o tema foi extraído da Primeira Carta do Apóstolo Paulo aos Tessalonicenses: “Para que n’Ele nossos povos tenham vida”. O lema é “Anunciar o Evangelho e doar a própria vida” (cf. 1Ts 2,8).

Reflexões orientadas pela CAP Animação Bíblica serão oferecidas nas paróquias da Arquidiocese. Também a Livraria Paulinas, no centro do Recife, oferece no dia 12 de agosto pela manhã o curso “Chave de leitura para o Mês da Bíblia”, com assessoria pastoral de Antônio Júnior. Vicariatos ou paróquias que desejarem o curso devem contatar a Livraria pelo telefone (81) 3224.5812 ou pelo e-mail assessoria.recife@paulinas.com.br  

A Maratona Bíblica Arquidiocesana 2017 acontece organizada em três níveis: paroquial (13 a 31 de agosto), vicarial (1º a 16 de setembro) e arquidiocesana (30 de setembro), com tarefas de conhecimento bíblico, expressões criativas e arrecadação de obras de arte para realização de leilões a favor da Fazenda da Esperança. A final arquidiocesana de outubro acontecerá no Parque da Jaqueira, das 14h às 17h. Informações sobre inscrições podem ser obtidas na livraria.

Acompanhe a entrevista com o presidente da CAP Animação Bíblica, Adelson Sobral, sobre o Mês da Bíblia.

ENTREVISTA

Adelson Tertulino Sobral é bacharel em Direito pela Unicap e advogado. Tem especialização em Direito Matrimonial Canônico pela Universidade Católica de Pernambuco e atua como Defensor do Vínculo no Tribunal Eclesiástico Regional e de Apelação do Regional NE2 da CNBB. Na pastoral paroquial, atua como membro do Grupo de Estudos Bíblicos Dom Hélder Câmara, sob a orientação da Ir. Adélia Carvalho, FMA, e como catequista de Perseverança da Capela São João Batista, da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, na Várzea. Ocupa, atualmente, a presidência da CAP Animação Bíblica, substituindo momentaneamente o professor Aderson Viana.

Pascom AOR – Qual a importância do mês da Bíblia para os fiéis católicos?

Adelson Sobral – Iniciaria com o alerta que o Papa Francisco fez num dos encontros com membros da Federação Bíblica Católica em junho de 2015: “Ignorar as Escrituras é ignorar Cristo (Dei Verbum, 25), recordando o ensinamento de São Jerônimo”. Nossa ação pastoral, especificamente no mês da Bíblia, não deve aí estacionar… Devemos sim, nos utilizar dessa evidência dada à Palavra de Deus, no mês de setembro, para rememorar e reavivar nossa missão como cristãos no decorrer do ano inteiro.  A Arquidiocese de Olinda e Recife vem trabalhando para que possamos disseminá-la, com os círculos bíblicos quando estudamos a CF; no Mês de Maio com as novenas e terços em louvor a Maria; em nossas celebrações nas festas dos nossos padroeiros; nas novenas realizadas na Páscoa e no Natal; além dos vários círculos bíblicos existentes em nossa Arquidiocese. A Bíblia deve ser evidenciada em todas as nossas atividades pastorais, familiares e na Igreja. Pode e deve permear nossas atividades, com a leitura orante da liturgia diária ou de um trecho específico que nos chamou a atenção, sempre com o suporte de reflexões e pequenos livros publicados pelas várias editoras católicas (CEBI, Paulinas, Paulus, Vozes, entre tantas outras).

Pascom AOR – Qual o envolvimento da Arquidiocese de Olinda e Recife na promoção do mês da Bíblia?

Adelson Sobral – A Arquidiocese de Olinda e Recife, com a ação atuante do nosso arcebispo dom Fernando Saburido, seu bispo auxiliar dom Antônio Tourinho e todos os vigários episcopais, sempre se ocupou da disseminação da palavra de Deus. Desde a criação da CAP Animação Bíblica, a AOR nos estimulou na realização da I Maratona Bíblica. No ano passado, participaram todas as paróquias e vicariatos da Arquidiocese e a culminância foi uma grande ação evangelizadora no Parque da Jaqueira.  Como ação concreta, além da partilha e estudos realizados, foram arrecadadas quase 500 bíblias que foram encaminhadas para ações da Pastoral Carcerária da Arquidiocese. Neste ano, iniciamos nossas atividades com o apoio e integração dos Vicariatos, na organização da II Maratona Bíblica, com o estudo da Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses, com reflexões sobre a identidade cristã, vivenciada na fé e da edificação do trabalho como dignidade para a vida, dentre outros; sendo este último tema, mais que atual em nossa realidade brasileira.

Pascom AOR – O senhor vê dificuldades em envolver pessoas e grupos nas atividades do mês da Bíblia? Por quê?

Adelson Sobral – O trabalho pastoral nunca será apenas fácil ou difícil, tem de ser encantador… É nessa concepção que estamos trabalhando, usando as facilidades que hoje temos com as mídias sociais que podem e devem evangelizar, ainda mais na falta de “operários para a messe”, especialmente no trabalho de evangelização e leitura da palavra de Deus. Nesse aspecto, a criação da CAP de Animação Bíblica tem papel fundamental, em consonância com as demais Comissões de Pastoral da nossa Arquidiocese, na atuação consciente de que o Mês da Bíblia não deve ser um ponto de chegada em nossa ação e sim de uma renovada ação pastoral paroquial para o desenvolvimento de comunidades eclesiais conhecedoras em sua profundidade da palavra de Deus. Não seja apenas através de sua leitura diária, mas de um estudo aprofundado da partilha de conhecimentos, com alegria na evangelização e na ação pastoral, como bem nos exortou o Papa Francisco em sua primeira Exortação Apostólica Evangelii Gaudium – A alegria do Evangelho, que trata do anúncio do Evangelho no mundo atual.   Se não o fizermos com alegria, sobretudo a alegria que vem do encontro com o Senhor, tudo o mais será inútil. Finalizo parodiando o santo padre: “Vocês querem me fazer feliz? Leiam a Bíblia”.

Pascom AOR

Deixe um Comentário