Pernambuco sobe o Morro para homenagear Nossa Senhora da Conceição

7 Dec 2010 | Categoria: Notícias
Deixe seu comentário

Todos os anos, no dia 8 de dezembro, os olhares e os corações dos pernambucanos se voltam para o ponto mais alto do bairro de Casa Amarela, Zona Norte do Recife. Os devotos, de várias partes do Estado, sobem o Morro para reverenciar a Imaculada Conceição. Este ano, as festividades chegam a 106ª edição com o tema: “Mãe, eis aí os teus filhos”. E tem como principais homenageados a Arquidiocese de Olinda e Recife, o Imip e a doutora Zilda Arns.

As comemorações a Nossa Senhora da Conceição começaram no dia 29 de novembro e se encerram nesta quarta-feira, 8, com missas de duas em duas horas a partir da meia-noite até às 10h. Às 16h30, está prevista a saída da procissão com a imagem de Maria percorrendo as principais ruas e avenidas de Casa Amarela, e em seguida, haverá uma missa solene presidida pelo arcebispo de Olinda e Recife, dom Antônio Fernando Saburido.

Solidariedade

Um diferencial da festa deste ano é que será montado um posto para arrecadar donativos às vítimas das enchentes que atingiram a Zona da Mata, no início do semestre. De acordo com a organização do evento, o posto ficará montado durante todo o ano de 2011 na própria paróquia. Os fieis que quiserem ajudar deverão levar alimentos não-perecíveis e água mineral.

História

A Festa de Nossa Senhora da Conceição mantém uma tradição centenária de reunir milhares de pessoas no Morro da Conceição para prestar homenagem à Nossa Senhora da Imaculada Conceição.

O período comemorativo começa no dia 29 de novembro, com a realização da procissão da bandeira, levando uma bandeira alusiva à Nossa Senhora da Conceição, e termina com a procissão da imagem em 08 de dezembro, dia dedicado à Nossa Senhora da Conceição.

A “Festa do Morro”, como é conhecida popularmente, teve origem a partir da comemoração do cinquentenário do dogma da Imaculada Conceição no Brasil em 1904, quando foi inaugurado o monumento à Nossa Senhora da Conceição. Desde então, a data se tornou feriado municipal.

A imagem foi trazida da França em um navio em 1904, mede 5,5 metros de altura e pesa 1806 kg. Representa Maria Santíssima, toda vestida de branco e envolvida em um manto azul. Simboliza a passagem bíblica do livro do Gênesis (3,15), onde Deus diz: “Porei inimizade entre ti e a Mulher, entre a tua descedência e a dela. Tu lhe ferirás o calcanhar e ela te esmagará a cabeça”. A imagem mostra Maria de pé sobre o globo terrestre, com as mãos unidas em oração e uma cobra sendo esmagada pelos pés e tem sua face voltada para a igreja matriz, numa posição privilegiada, onde pode ser vista de várias partes do Recife.

Para conferir todos os detalhes da festa, acesse: http://www.morrodaconceicao.com.br

Da Assessoria de Comunicação AOR

Compartilhe:

Leave a Reply